Brasil

Conheça o País

Sobre o País:

Brasil foi colonizado por Portugal a partir de 1500. Tornou-se independente em 1822, mas manteve vários laços com o país europeu, inclusive o idioma.

Brasil é o maior país da América Latina. Cobrindo quase a metade (47,3%) da América do Sul, ocupa uma área de 8 515 767,049 km². É o quinto maior país do mundo depois de Canadá, Federação Russa, China e Estados Unidos. Exceto por um pequeno número de ilhas, o Brasil é constituído por uma única e contínua extensão territorial. A linha do Equador passa pela região Norte do País, próximo a Macapá; o Trópico de Capricórnio corta o País ao Sul, próximo a São Paulo.

A extensão do Brasil no sentido leste-oeste (4.319,4 km) é quase equivalente a sua maior distância no sentido norte-sul (4.394,7 km). O País faz fronteira com Guiana Francesa, Suriname, Guiana, Venezuela e Colômbia, ao norte; Uruguai e Argentina, ao sul; e Paraguai, Bolívia e Peru, a oeste. O Equador e o Chile são os dois únicos países do continente sul-americano que não têm divisas com o Brasil. O Oceano Atlântico estende-se por toda costa leste do País, oferecendo 7.367 km de orla marítima.

Sendo uma democracia, o exercício do Poder é atribuído a órgãos distintos e independentes, cada qual com uma função, prevendo-se ainda um sistema de controle entre eles, de modo que nenhum possa agir em desacordo com as leis e a Constituição.

Brasil é famoso pela sua tradição no futebol, pelas suas praias e pelo Carnaval do Rio de Janeiro, considerado por muitos como o melhor do mundo. É um país de grande diversidade, desde a metropolitana São Paulo à energia cultural de Pernambuco e Bahia e à intocada selva da Amazônia e atrações turísticas conhecidas em todo o mundo, como as Cataratas do Iguaçu e o Corcovado. São notáveis a procura pela Amazônia na Região Norte, o litoral no Nordeste, o Pantanal e o Planalto Central no Centro-Oeste. O Turismo Histórico em Minas Gerais, as praias do Rio de Janeiro e os negócios em São Paulo dividem o interresse no Sudeste, assim como os Pampas Gaúchos e o clima frio em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, na Serra Gaúcha e no Vale dos Vinhedos.

Sua economia também é uma das maiores do planeta, embora esteja em vias de desenvolvimento e sofra com um quadro de extrema desigualdade na distribuição de renda.

A natureza é rica e diversificada, apesar dos sérios problemas de preservação enfrentados. A floresta tropical amazônica, o Pantanal, a mata atlântica e maravilhas naturais como as Cataratas do Iguaçú fazem parte do tesouro natural do país.

Idioma

O português é o idioma oficial, mas o sotaque e a entonação são bem diferentes do que se ouve em Portugal e outras antigas colônias portuguesas. Há quem afirme que os brasileiros falam “brasileiro”, da mesma forma que os americanos podem dizer que falam “americano”, e não inglês. Há, ainda, muitos brasileiros descendentes de imigrantes que falam o alemão e o italiano, especialmente nas cidades do sul do País.

No entanto, o português falado em Portugal, sobretudo fora dos grandes centros, tal como nas cidades menores, nas aldeias e nas ilhas, é dificilmente compreendido no Brasil. Recentemente, São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, sancionou o Nheengatu (também conhecido por língua geral ou língua franca) como oficial, podendo ser ensinado em escolas, constar em documentos oficiais, ser usada em órgãos do governo etc.

Apesar do português ser a língua materna de 98% dos brasileiros, diversos outros idiomas minoritários são falados no dia-a-dia no vasto território brasileiro, parte desses idiomas são línguas indígenas, faladas sobretudo na Região Norte do Brasil.

As línguas mais faladas são do tronco Tupi-guarani, ao todo, são faladas cerca de 180 línguas indígenas no Brasil, porém, muitos desses idiomas estão em sério risco de extinção. O Nheengatu, língua criada pelos jesuítas a partir do tupinambá sobre uma base gramatical do português é a língua materna de boa parte da população cabocla do interior da Região Norte.

Devido à rápida assimilação, o número de descendentes de imigrantes que ainda falam a língua dos antepassados está em declínio, principalmente entre as gerações mais novas, que normalmente aprendem primariamente a língua portuguesa. Outro fenômeno mais ou menos recente é o emprego do portunhol ao longo de toda a faixa fronteriça existente com os países de fala hispânica, sobretudo ao sul e sudoeste do país, fato que também se verifica em parte dos territórios dos nossos vizinhos.

Brasil – um país com um sorriso aberto aos visitantes

A mistura de raças fez do Brasil um país com uma cultura rica e ao mesmo tempo única. A miscigenação começou entre o índio, o africano e o português, mas logo vieram imigrantes de todo o planeta: europeus, asiáticos, judeus, árabes. O resultado foi um povo alegre e aberto ao novo, como só existe no Brasil.

Como consequência dessa grande diversidade, o Brasil é uma das últimas províncias da Terra em que ninguém é estrangeiro, onde é possível mudar um destino sem perder a identidade e onde cada brasileiro tem um pouquinho do mundo em seu sangue. Talvez seja esse o motivo de o brasileiro receber tão bem quem vem de fora. Segundo pesquisas realizadas pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) com turistas estrangeiros que visitaram o País, 97,2% pretendem voltar em breve; 56,5% tiveram as expectativas amplamente atendidas; e, para 31,7%, as expectativas foram todas superadas. Como você já pôde perceber, quem vem ao Brasil vira fã à primeira visita.

A democracia brasileira

Brasil é república desde 1889. Neste período, o País viveu pouco mais de 30 anos de democracia (1946-1964 e de 1985 até o presente). Ainda assim, é uma das nações mais democráticas do mundo. Reconquistada após 21 anos de ditadura militar, a democracia brasileira mostrou-se vigorosa, tornando-se parte importante da vida de seu povo.

O Congresso Nacional funciona com a regularidade de um relógio há 175 anos. Somente em três ocasiões, em toda a história do País, deputados eleitos não completaram seus mandatos. A força do Congresso é tamanha que nem mesmo a ditadura militar dos anos 60 pôde interferir nisso. Desde 1823 há eleições nacionais no Brasil, e uma abertura para o registro de eleitores incomum, mesmo para os padrões das democracias européias.

Brasil como destino turístico

Poucos destinos turísticos podem oferecer opções tão variadas quanto o Brasil. As belezas naturais, as grandes festas populares e as inúmeras reservas ambientais protegidas são atrativos valiosos que enchem os olhos do turista estrangeiro na hora de escolher um destino para passar as férias. Não há quem jamais tenha ouvido falar em Rio de Janeiro, Carnaval, Amazônia ou nas praias paradisíacas do País.

Pesquisas recentes realizadas pela Embratur mostram que o local brasileiro mais procurado pelo visitante estrangeiro é o Rio de Janeiro. Conhecida como Cidade Maravilhosa, a capital carioca é dona de belas paisagens e sede da maior festa popular do mundo: o Carnaval. A grandiosa comemoração reúne todos os anos milhares de foliões para brincar e assistir aos desfiles das escolas de samba, e atrai significativa parcela de público internacional para as arquibancadas e camarotes da Avenida Marquês de Sapucaí.

O Carnaval também está presente na programação de várias outras cidades brasileiras, atraindo o interesse de grande parte dos estrangeiros que visitam o Brasil. São Paulo segue o exemplo do Rio, e também produz animados desfiles de escolas de samba; em Pernambuco, destacam-se os foliões de Olinda e Recife, que saem fantasiados pelas ruas da cidade, seguindo blocos e maracatus, e carregando os famosos bonecos gigantes da região; em Salvador, capital da Bahia, a diversão fica por conta dos trios elétricos, palcos móveis que arrastam milhões de pessoas ao som do axé baiano até o sol raiar.

As lindas praias e belezas naturais do País também chamam atenção e seduzem 35% dos turistas, segundo as pesquisas. Com um litoral que se estende por mais de sete mil quilômetros, o Brasil tem o privilégio de poder oferecer diversas opções de lazer nesse segmento. Entre as praias mais visitadas do País, estão as famosas praias de Ipanema e Copacabana, no litoral carioca; Joaquina, no Sul do País, famosa por abrigar campeonatos de surfe nacionais e internacionais; Praia do Forte, no litoral Norte da Bahia, sede do Projeto Tamar, de preservação das tartarugas-marinhas; e as maravilhosas praias do arquipélago de Fernando de Noronha, em Pernambuco.

Não se pode deixar de lado o Ecoturismo, segmento que mais atraiu adeptos nos últimos anos. Segundo dados da Sociedade de Ecoturismo, o crescimento médio anual da prática varia hoje entre 10% e 15%. As pessoas interessadas nesse tipo de viagem equivalem a 5% de todo o fluxo turístico mundial, ou cerca de 35 milhões de pessoas. E o Brasil é um dos destinos com maior potencial nesse ramo, visto que é detentor de um dos ícones mundiais da ecologia e biodiversidade: a Amazônia, localizada ao norte do País, com cerca de 5,5 milhões de quilômetros quadrados. Estima-se que somente as florestas da região amazônica concentrem 60% de todas as formas de vida do planeta desconhecidas pela ciência.