Pereira Barreto

Dicas incríveis da Cidade
Previsão do Tempo - dia 14/10
Max: 37 °C
Min: 23 °C
Fonte: Cptec
Previsão do Tempo - dia 15/10
Max: 37 °C
Min: 23 °C
Fonte: Cptec
Previsão do Tempo - dia 16/10
Max: 38 °C
Min: 22 °C
Fonte: Cptec
Previsão do Tempo - dia 17/10
Max: 40 °C
Min: 25 °C
Fonte: Cptec

Sobre a Cidade:

Pereira Barreto é um município brasileiro do estado de São Paulo. Fundado oficialmente em 11 de agosto de 1928, Localiza-se a uma latitude 20º38’18” sul e a uma longitude 51º06’33” oeste, estando a uma altitude de 347 metros. Sua população estimada em 2004 era de 24.743 habitantes.

Estância turística

Ver artigo principal: Estância turística

Pereira Barreto é um dos 29 municípios paulistas considerados estâncias turísticas pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual. Tal status garante a esses municípios uma verba maior por parte do Estado para a promoção do turismo regional. Também, o município adquire o direito de agregar junto a seu nome o título de Estância Turística, termo pelo qual passa a ser designado tanto pelo expediente municipal oficial quanto pelas referências estaduais.

História

Recebe o nome em homenagem a: Luís Pereira Barreto (18401923)

Pereira Barreto foi fundada por colonos imigrantes japoneses que iniciaram o trabalho na lavoura. Por isso, quando o município ainda era um distrito, recebeu o nome de Novo Oriente.

A região onde se localiza atualmente o município de Pereira Barreto fazia parte de uma fazenda federal, onde, em 1858, foi criada uma colônia militar com o nome de “Estabelecimento Naval de Itapura”, em virtude de estar situada justamente no salto de Itapura, no rio Tietê. Havia nessa região, naquela época pertencente ao município de São José do Rio Preto, um povoado situado à margem do rio Tietê, chamado Itapura, que foi elevado a distrito em 1909. Parte desse território, inclusive, foi desmembrado e incorporado ao distrito de Penápolis, em 1910. Era proprietário das terras do povoado de Itapura o Coronel Jonas Alves de Mello, que então já havia vendido grande parte dessa propriedade a vários imigrantes japoneses.

Pereira Barreto foi fundada oficialmente, em 11 de agosto de 1928, com o nome de Novo Oriente, quando a Sociedade Colonizadora do Brasil Ltda. adquiriu parte das terras do povoado de [Itapura], a fim de receber imigrantes japoneses que vieram para o Brasil, naquela época, trabalhar na lavoura. As terras então já pertenciam, pela Lei n.º 2008, de 23 de dezembro de 1924, ao município de Monte Aprazível. As terras então adquiridas pela Sociedade Colonizadora eram banhadas por grandes rios, como o Tietê e o Paraná, o que as tornavam apropriadas para a lavoura, que, em pouco tempo, tornou viável o rápido progresso da região.

Em 1938, o então distrito de Novo Oriente foi elevado à categoria de município, pelo Decreto  n.o 9.775, de 30 de novembro de 1938, e recebeu então o nome de Pereira Barreto, em homenagem ao médico e político brasileiro  Dr. Luiz Pereira Barreto(1840-1923).

Pereira Barreto ainda guarda fortes traços de seus fundadores, os imigrantes japoneses, que podem ser facilmente observados na cozinha, nos costumes e nos monumentos públicos da cidade. Posteriormente, vieram para cá, também imigrantes italianos, espanhóis, portugueses, sírios, libaneses e muitos brasileiros vindos de várias regiões do País, principalmente do Nordeste. Com o passar dos anos, a população de descendentes de japoneses foi se reduzindo. Alguns se mudaram para outras cidades; outros fizeram o caminho inverso dos seus antepassados: foram trabalhar no Japão. Alguns desses, inclusive, até fixaram residência definitiva naquele país. Essa pequena “diáspora”, no entanto, não fez com que as marcas da influência dos japoneses em Pereira Barreto desaparecessem.

Em 1990, a cidade transformou-se quase em uma ilha fluvial, em decorrência da formação do lago da hidrelétrica de Três Irmãos, no rio Tietê. Pereira Barreto, que até então era uma cidade de tradições agropecuárias, perdeu a maior parte de suas terras agricultáveis. No entanto, passou a ter, em decorrência das transformações geofísicas, um enorme potencial turístico a ser explorado.

A antiga ponte pênsil “Novo Oriente”, construída pelos colonizadores, no início da década de 30, foi, também em 1990, totalmente submersa pelas águas do lago de Três Irmãos. Hoje, ainda é possível observa-la por meio de mergulho, utilizando-se, para isso, equipamentos adequados.

Geografia

Possui uma área de 979,960 km².

[editar] Demografia

Dados do Censo – 2000

População Total: 25.028

  • Urbana: 23.142
  • Rural: 1.886
  • Homens: 12.369
  • Mulheres: 12.659

Densidade demográfica (hab./km²): 25,54

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 13,20

Expectativa de vida (anos): 72,71

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 1,98

Taxa de Alfabetização: 88,37%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,788

  • IDH-M Renda: 0,699
  • IDH-M Longevidade: 0,795
  • IDH-M Educação: 0,871

(Fonte: IPEADATA)

[editar] Hidrografia

[editar] Transporte

  • Hidrovia Tietê

[editar] Rodovias

  1. ? 1,0 1,1 Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. ? Estimativas da população para 1º de julho de 2009 (PDF). Estimativas de População. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (14 de agosto de 2009). Página visitada em 16 de agosto de 2009.
  3. ? Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  4. ? 4,0 4,1 Produto Interno Bruto dos Municípios 2002-2005. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (19 de dezembro de 2007). Página visitada em 11 de outubro de 2008.

Ligações externas

–Yuichi otsubo (discussão) 20h01min de 12 de Janeiro de 2009 (UTC)