São Luís - Maranhão

São Luís é um município brasileiro, capital do estado do Maranhão, fundada no dia 8 de setembro de 1612. Localiza-se na ilha Upaon-Açu (denominação dada pelos índios Tupinambás significando "Ilha Grande"), no Atlântico Sul, entre as baías de São Marcos e São José de Ribamar. De modo semelhante ao que ocorre com Belém do Pará e Vitória do Espírito Santo, habitantes de outros Estados brasileiros certas vezes se referem à cidade como São Luís do Maranhão.

É a principal cidade da Região Metropolitana Grande São Luís, possui 997.098 habitantes sendo a 16º cidade cidade mais populosa do Brasil. São Luís é a única cidade brasileira fundada pelos Franceses (ver França Equinocial), e é uma das três capitais brasileiras localizadas em ilhas (as outras são Florianópolis e Vitória).

De acordo com dados do IBGE possui o 12º maior parque industrial entre as 27 capitais do Brasil. É considerada também em pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) uma das melhores cidades para se trabalhar no Brasil. São Luís é a quarta maior cidade da Região Nordeste e a 13ª maior capital brasileira.

História

No local da cidade habitavam nativos de uma aldeia tupinambá até a chegada de franceses em 1612, vindos das cidades francesas de Cancale e Saint-Mailo comandados por Daniel de La Touche Senhor de La Ravardière, que construíram um forte e o nomearam São Luís, em homenagem prestada a Luís IX patrono da França, e ao rei francês da época Luís XIII. Os franceses se aliaram aos tupinambás na resistência aos portugueses e, 3 anos depois, em novembro de 1615, foram expulsos, sob o comando de Jerônimo de Albuquerque, que se tornou o primeiro capitão-mor do Maranhão. A curta estadia francesa e eles não terem construído uma cidade (construíram um forte) traz discussões sobre a fundação de São Luís, se foi feita pelos portugueses ou pelos franceses.

São Luis do Maranhão em mapa de 1629 por Albernaz I

São Luís também esteve sob o controle holandês no período de 1641 a 1644. Somente depois desses ataques o governo colonial decidiu fundar o estado do Grão-Pará e Maranhão, independente do resto do país. Nessa época, a economia era baseada na plantação, e depois exportação, de cana-de-açúcar, cacau e tabaco. Conflitos entre as elites por motivos econômicos levariam à Revolta de Beckman.

Pelos idos de 1860, com o início da Guerra Civil Americana, a região passou a fornecer algodão para a Inglaterra. A riqueza proporcionada por essa atividade foi usada para modernizar a cidade, com a chegada de religiosos para lecionar nas suas escolas e a implantação de redes de água e saneamento. A cidade chegou a ser a terceira do país em população, mas no fim do século XIX a agricultura entra em decadência e, desde então, a cidade busca outras atividades para manter-se.

Política

Últimos prefeitos
  • 1985 - João Castelo, ex-governador elege sua esposa, Gardênia Gonçalves(PDS), numa eleição em que ainda não havia segundo turno, batendo, pela ordem, Jaime Santana (PFL) e Jackson Lago.
  • 1988 - Ainda sem segundo turno, Jackson Lago se elege, com Carlos Guterres (PMDB) em segundo.
  • 1992 - Jackson elege Conceição Andrade (PSB), superando João Alberto (PFL) no segundo turno.
  • 1996 - Outra disputa de segundo turno. Jackson volta à prefeitura, derrotando João Castelo.
  • 2000 - Jackson Lago se reelege, com João Castelo em segundo lugar.
  • 2004 - Tadeu Palácio, ex-vice de Jackson, que assumira dois anos antes, vence no primeiro turno. João Castelo novamente em segundo.
  • 2008 - O tucano João Castelo, pela primeira vez com apoio do pedetista Jackson Lago, ex-governador, é eleito em segundo turno.

Geografia

Lagoa da Jansen.

Nas coordenadas geográficas latitude S 2º31´ longitude W 44º16, São Luís ocupa uma área de 827,141 km² da ilha, com uma população de 957.515 mil habitantes e densidade de 1.157,6 hab./km², sendo a maior cidade do estado.

Limita-se com os municípios de Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Raposa e com o oceano Atlântico.

Clima

Pôr-do-sol em São Luís.

O clima de São Luís é tropical, quente e úmido. A temperatura mínima na maior parte do ano fica entre 20 e 23 graus e a máxima geralmente fica entre 29 e 31 graus. Apresenta duas estações distintas: a estação seca, de agosto a dezembro, e a estação chuvosa, de janeiro a julho. A média pluviométrica é de 2325 mm (CPTEC). A menor temperatura já registrada na cidade foi de 16°C no mês de maio, e a temperatura máxima já registrada foi de 35°C no mês de novembro. Fonte: CPTEC

Relevo

A capital maranhense encontra-se a altitude de quatro metros acima do nível do mar. Existem baixadas alagadas, praias extensas e dunas que formam a planície litorânea.

Hidrografia

Os principais rios que cortam São Luís são o Bacanga, que atravessa o Parque Estadual do Bacanga, e o Anil, que divide a cidade moderna e o centro histórico e o rio Itapecuru que abastece a cidade.

A laguna da Jansen (laguna, por existi saídas para o mar) é a principal e maior laguna da ilha, com seis mil metros quadrados de área.

Principais praias da capital.
  • Praia Ponta d'Areia: é a mais visitada pela população e pelos turistas, deviso ao fácil acesso. Encontra-se a apenas três quilômetros do centro da cidade.
  • Praia de São Marcos: destaca-se por suas fortes ondas, e é bastante procurada por surfistas.
  • Praia do Calhau: é uma das praias mais conhecidas da capital maranhense. Apresenta ondas fracas e dunas cobertas por vegetação.
  • Praia Olho d'Água: localiza-se a 13 quilômetros do centro da cidade. É cercada por dunas e vegetação rasteira.
  • Praia do Meio: localizada entre as praias de Olho D´água e Araçagy, possui águas límpidas e próprias para prática de kitesurf.

Com exceção de alguns trechos da praia do Araçagi, nenhuma outra - Ponta d'Areia, Calhau, São Marcos e Olho d'Água - está em condições para banho. Principal causa: lançamento de esgotos não tratados.

Vegetação

A vegetação da cidade é diversificada e, em sua maior parte, litorânea. Com grande número de coqueiros, São Luís conta também com uma quantidade considerável de manguezais. Encontram-se parques ambientais por toda a capital maranhense, entre os quais, o Parque Estadual do Bacanga, totalmente preservado.

Economia

Palácio dos Leões, sede do Governo Estadual
Um conjunto de casarões históricos em São Luís

A economia maranhense foi uma das mais prósperas do país até a metade do século XIX. Todavia, após o fim da Guerra Civil dos Estados Unidos da América, quando perdeu espaço na exportação de algodão, o estado entrou em colapso; somente após o final da década de 60 no século XX o estado passou a receber incentivos e saiu do isolamento, com ligações férreas e rodoviárias com outras regiões.

A inauguração do Porto do Itaqui, em São Luís, atualmente o segundo em profundidade no mundo, ficando atrás apenas do de Rotterdam, na Holanda, e um dos mais movimentados do país, serviu para escoar a produção industrial e de minério de ferro vinda de trem da Serra dos Carajás, atividade explorada pela Companhia Vale do Rio Doce. A estratégica proximidade com os mercados europeus e norte americanos fez do Porto uma atraente opção de exportação, mas padece de maior navegação de cabotagem. A economia ludovicense baseia-se na indústria de transformação de alumínio, alimentícia, turismo e nos serviços. São Luís possui o maior PIB do estado, sediando duas universidades públicas(UFMA e UEMA) e vários centros de ensino e faculdades particulares. Segundo o último levantamento de dados do IBGE a cidade de São Luís possui o PIB de R$ 9.340.944.000,00 sendo assim a 29º economia nacional entre os mais de 5.560 municípios brasileiros, e ocupando a 14º Posição entre as capitais.

Meios de comunicação

Há emissoras de televisão afiliadas a outras, as principais delas são: TV Brasil (antiga TVE MA ou TV Educativa) - Canal 2, TV Difusora - SBT - Canal 4, TV Cidade - Rede Record - Canal 6, TV São Luís - RedeTV! - Canal 8, TV Mirante - Rede Globo - Canal 10, TV Maranhense (antiga TV Praia Grande) - Rede Bandeirantes - Canal 12. Existem outras que operam no sistema UHF: SÃO LUÍS TV - Canal 18 (MTV), RIT TV - Canal 20 (RIT), TV TROPICAL - Canal 23 (RECORD NEWS), TV EDUCADORA - Canal 26 (REDEVIDA), TV UPAON-AÇU - Canal 28, TV BOAS NOVAS SÃO LUÍS - Canal 31 (RBN), TV ALTERNATIVA - Canal 34 (REDE GAZETA), TV ATENAS - Canal 39 (CNT), TV APARECEIDA SÃO LUÍS - Canal 48 (REDE APARECIDA), TV NAZARÉ - Canal 53(REDE NAZARÉ)

Os jornais impressos da cidade são: O Imparcial, O Estado do Maranhão, Jornal Pequeno, O Debate, O Correio de Notícias e Aqui Maranhão. Alguns dos jornais pertecem a grupos políticos distintos, muitos deles são conhecido pela parcialidade nas informações e ataques contra determinado político em questão.

As empresas de telefonia fixa na cidade são a Oi,Embratel e TIM Fixo.

As operadoras de telefonia mível que mantém cobertura na região são: a Vivo, a Tim, a Claro e a Oi.

  • Rádio AM: 600 - Rádio Mirante AM, 1180 - Rádio Capital, 1290 - Rádio Timbira, 1340 - Rádio São Luís AM (Jovem Pan Sat), 680 - Rádio Difusora (Rede Aleluia) (evangélica), 560 - Rádio Educadora (RCR SAT) (católica).
  • Rádio FM: 94.3 - Rádio Difusora FM, 96.1 - Rádio Mirante FM, 99.1 - Rádio Cidade FM, 99.9 - Rádio Mais Fm, 100.9 - Rádio Esperança FM (Rede Transmundial) (evangélico), 102.5 - Rádio São Luís FM (Rede Jovem Pan 2FM), 106.9 - Universidade FM.

Transporte

Frota de Veículos
  • Automóvel - Tipo de Veículo 106.608 Automóvel
  • Caminhão - Tipo de Veículo 5.334 Caminhão
  • Caminhão trator - Tipo de Veículo 234 Caminhão Trator
  • Caminhonete - Tipo de Veículo 12.950 Caminhonete
  • Micro-ônibus - Tipo de Veículo 912 Micro-ônibus
  • Motocicleta - Tipo de Veículo 29.874 Motocicleta
  • Motoneta - Tipo de Veículo 2.751 Motoneta
  • Ônibus - Tipo de Veículo 2.473 Ônibus
  • Trator de rodas - Tipo de Veículo 14 Trator de rodas

Fonte: IBGE, 2007

Um ônibus de São Luís.

O município conta com cinco terminais de integração (Praia Grande, São Cristovão, Cohab/cohatrac, Cohama e Distrito industrial) que permite que o passageiro percorra toda a região metropolitana de ônibus pagando apenas uma passagem. A rede de linhas do SIT São Luís - Sistema Integrado de Transporte de São Luís - é baseada em dois tipos de linhas: as que fazem a integração bairro-terminal e as que integram o terminal ao centro da cidade ou ainda a outro terminal. Os ônibus de São Luís transportam cerca de 460 mil pessoas por dia. Existem 21 empresas de ônibus em atuação, que detêm, conjuntamente, uma frota de cerca de 1.084 veículos e utilizam sistema de bilhetagem eletrônica. Com a conclusão do projeto de terminais de integração na administração de Tadeu Palácio, iniciou-se a última fase da reformulação do transporte coletivo de São Luís, a ampliação das linhas e da frota de veículos. Em 4 anos a prefeitura da cidade comprou 400 novos veículos para servir as áreas mais populosas da região metropolitana: Cidade Operária e Área Itaqui-Bacanga.

Aeroporto de São Luís

O Aeroporto Internacional de São Luís possui terminal com capacidade para atender um milhão de passageiros por ano. Localizado a apenas 14 quilômetros do centro da cidade, oferece aos passageiros restaurantes, praça de alimentação e espaço cultural. É servido por apenas duas companhias aéreas brasileiras, TAM e GOL, com vôos diários, partindo das principais capitais brasileiras, mas a Azul Linhas Aereas espera a chegada de novas aeronaves e a autorização da ANAC para iniciar vôos para a cidade .

Turismo

Teatro Arthur Azevedo.
Palácio dos Leões, sede do governo do Maranhão.
Igreja da Sé
Entrada da Avenida Litorânea
Pássaros sobre a Lagoa da Jansen.

Alguns Pontos Turísticos de São Luís:

  • Fonte das Pedras, construída por volta de 1615, sendo a mais antiga fonte da cidade. Nessa área, Jerônimo de Albuquerque Maranhão teria expulsado o francês Ravardiere.
  • Avenida Pedro II: importante avenida do centro histórico, nela se encontra a maior parte das edificações do centro.
  • Parque Estadual do Bacanga, com uma área de 3.075 hectares, um dos principais objetivos de sua construção foi preservar o pedaço da floresta Amazônica existente no local.
  • Cais da Sagração: cercado por muralhas de avultada espessura, foi construído em alvenaria de pedra e reboco.
  • Palácio dos Leões: símbolo da cultura maranhense, foi construído em 1761 e reformado em 1857.
  • Pedra da Memória: antigo monumento feito de pedra de Cantaria.
  • Fonte do Ribeirão
  • Palácio Episcopal: reedificado em 1869, é um edifício nobre que mantém no rés-do-chão vestígios de diversos arcos e nichos.
  • Teatro Arthur Azevedo: O primeiro teatro multimídia do país, segundo mais antigo do Brasil e um dos mais modernos da América Latina .
  • Laguna da Jansen: laguna mais famosa da cidade, destaca-se pela infra-estrutura adaptada à prática de esportes e pela noite agitada e animada, contendo uma grande quantidade de bares e restaurantes para todos os tipos e gostos.
  • Museu de Artes Visuais: casarão, com um estilo totalmente colonial.
  • Museu Histórico e Artístico do Maranhão: construído em 1836, o edifício era conhecido como Solar Gomes de Sousa. Antiga moradia do Barão de Grajaú.
  • Igreja da Sé
  • Convento das Mercês
  • Igreja do Desterro
  • Casa de Nhozinho - Rua Portugal, Centro
  • Fonte das Pedras - Rua Antônio Rayol, Centro, próximo ao Mercado Central.
  • Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho
  • Solar São Luís - Considerado o maior prédio em azulejos da país (tem três pavimentos), foi construído na segunda metade do século XIX. - Rua do Egito, Centro.
  • Museu de Arte Sacra - O acervo, que pertence em parte à Arquidiocese de São Luís, é composto por peças dos século XVIII e XIX nos estilos mareirista, rococó, barroco e neoclássico. - Rua do Sol, Centro.
  • Igreja dos Remédios e Praça Gonçalves Dias - Construída em 1719 no estilo gótico, fica na praça Gonçalves Dias, de onde se tem uma das vistas mais bonitas da cidade. - Largo dos Amores, Centro.
  • Cafuá das Mercês - Rua Jacinto Maia, Centro
  • Fundação José Sarney - Reúne obras únicas da história do país, relíquias do tempo de presidência do maranhense José Sarney, presentes oferecidos por outros presidentes, além de um museu que conta sua trajetória de vida. Funciona no Convento das Mercês das 14h às 17h.

Demografia

  • Nascidos vivos - registrados no ano - lugar do registro 20.734 pessoas
  • Casamentos - registrados no ano - lugar do registro 3.828 casamentos
  • Separações judiciais - concedidas no ano - em 1a instância - lugar da ação do processo 139 separações
  • Divórcios - concedidos no ano - em 1a instância - lugar da ação do processo 494 divórcios

Fonte:IBGE,2007

Sociedade

Saúde

Dentre os hospitais da cidade, merece destaque o Hospital Sarah Kubitschek, um importante centro de reabilitação locomotora e ortopédica do Brasil. Existem 3 Hospitais Municipais de emergência, denominados Socorrões, que recebem enfermos de toda a capital e casos graves provindos do interior do Estado.

Educação

Instituições públicas de ensino superior
  • (UFMA) Universidade Federal do Maranhão
  • (UEMA) Universidade Estadual do Maranhão
  • (UniviMA) Universidade Virtual do Maranhão
  • (IFMA) Instituto Federal do Maranhão
Instituições particulares de ensino superior
  • (UNICEUMA) Centro Universitário do Maranhão
  • (FSF) Faculdade Santa Fé
  • (UNDB) Unidade de Ensino Superior Dom Bosco
  • (FACPITAGORAS) Faculdade Pitágoras do Maranhão
  • (FACEM) Faculdade do Estado do Maranhão
  • (FACSÃOLUIS) Faculdade São Luís
  • (FAMA)Faculdade Atenas Maranhense
  • (CEST) Faculdade Santa Terezinha
  • (FACAM) Faculdade do Maranhão
  • (IESEMA)Instituto de Estudos Superiores do Maranhão
  • (IESMA) Instituto de Ensino Superior do Maranhão
  • (UVA-IDEM)Universidade Vale do Acaraú
  • (UNICOC) Faculdade Interativa COC
  • (FGV) Fundação Getúlio Vargas

Cultura

Carnaval
Rua do Centro Histórico

Na cultura local, São Luís tem manifestações muito fortes como o bumba-meu-boi, festa de tradição afro-indígena que aflora na cidade nas festas do mês de junho. Além disso, possui o Tambor de Crioula, o Cacuriá, o "Tambor de Mina" (religião afro-brasileira, que tem na Casa Grande das Minas Jeje - fundada em meados do século XIX - seu mais importante terreiro, ou Querebetan). Estas manifestações acontecem no período das festas juninas.

No carnaval, a tradição de São Luís é um forte carnaval de rua. Onde os blocos populares se misturam aos brincantes e às bandinhas tradicionais.

No fim do século XVIII, o aumento da demanda internacional por algodão para atender as industrial têxtil inglesa aliado à redução da produção norte americana por causa da Guerra de Independência nos Estados Unidos forneceram o cenário ideal para o estímulo da produção algodoeira no Maranhão. As companhias de navegação Southampton & Maranham Company e Maranham Shipping Company, de transporte marítimo a vapor, que realizavam o transporte do algodão dos estados da Geórgia e do Alabama, passaram a operar no eixo São Luís - Londres ou Havre, levando a produção de Caxias e da Baixada Maranhense.

Nesse período, a fase de ouro da economia maranhense, São Luís passou a viver uma efervescência cultural. A cidade, que se relacionava mais com as capitais européias que as outras cidades brasileiras, foi a primeira a receber uma companhia italiana de ópera. Possuía calçamento e iluminação como poucas do país. Recebia semanalmente as últimas novidades da literatura francesa. As grandes fortunas algodoeiras e os comerciais locais enviavam seus filhos para estudar em Recife, Salvador, Rio de Janeiro e, principalmente, Europa.

É nessa fase que São Luís passa a ser conhecida por "Atenas Brasileira". A denominação decorre do número de escritores locais que exerceram papel importante nos movimentos literários brasileiros a partir do romantismo. Surgiu, assim, a imagem do Maranhão como o estado que fala o melhor português do país.

A primeira gramática do Brasil foi escrita e editada na cidade por Sotero dos Reis. Mesmo nos dias atuais a cidade ainda tem uma grande vocação natural para a literatura e poesia.

Patrimônio

Rua Portugal, mercado central, bairro Praia Grande, São Luis do Maranhão

Imagem: Centro Histórico de São Luís
A cidade de São Luís (Maranhão) inclui o sítio Centro Histórico de São Luís, Património Mundial da UNESCO.
Fachada azulejada de um prédio

A cidade foi tombada pela UNESCO como Patrimônio cultural da Humanidade, em 1997. Possui um acervo arquitetônico colonial avaliado em cerca de 3500 prédios, distribuídos por mais de 220 hectares de centro histórico, sendo grande parte deles sobradões com mirantes, muitos revestidos com preciosos azulejos portugueses. Vários prédios foram restaurados; a Prefeitura, por exemplo, funciona no Palácio la Ravardière, construção de 1689.

Epítetos

  • "Atenas Brasileira": Devido aos filhos dos nobres que eram enviados a Coimbra(Portugal), Londres(Inglaterra) e Paris(França)para estudar e quando voltavam a maioria deles se concentravam em São Luís e no Rio de Janeiro. Devido a grande efervescência cultural que existia e ainda existe ali esse epíteto foi dado a São Luís.

São Luís também é a cidade onde a foi escrita e editada a primeira gramática do Brasil, pelo escritor Sotero dos Reis.

  • "Ilha do Amor": atribuído em função ao grande número de poetas que louvaram a cidade e pelo romantismo que a própria arte carrega.
  • "Jamaica Brasileira": o reggae chegou com força no Maranhão como um todo nos anos 70, e até hoje continua forte.
  • "Cidade dos Azulejos": devido a arquitetura e decoração azuleijada frontal dos antigos casarões, provenientes dos países europeus.

Filhos ilustres

  • Alcione - cantora de samba.
  • Aluísio Azevedo - escritor.
  • Antônio Carlos dos Reis Rayol - músico, compositor, maestro, tenor.
  • Artur de Azevedo - escritor
  • Arlindo Maracanã - jogador de Futebol
  • Catulo da Paixão Cearense - compositor e cantor
  • Ferreira Gullar - escritor.
  • Graça Aranha - escritor e diplomata
  • João Clemente Jorge Trinta (Joãozinho Trinta) - artista plástico e carnavalesco.
  • José Sarney - ex-Presidente e escritor.
  • Josué Montello - escritor, romancista
  • Rita Ribeiro - cantora da MPB.
  • Zeca Baleiro - cantor da MPB.

Ver também

  • A lenda da carruagem de Ana Jansen
  • Aeroporto de São Luís
  • Região Metropolitana de São Luís
  • Bumba-meu-boi do Maranhão
  • Tambor de Crioula
  • Cacuriá