carregando

Piauí - Apresentação

O Piauí é uma das 27 unidades federativas do Brasil. Está localizado a noroeste da região Nordeste e tem como limites o oceano Atlântico (N), Ceará e Pernambuco (L), Bahia (S e SE), Tocantins (SO) e Maranhão (O e NO). Ocupa uma área de 251.529 km² (pouco maior que o Reino Unido)e tem 3.032.421 habitantes. Sua capital é a cidade de Teresina.

As cidades mais populosas são Teresina (793.915 hab), Parnaíba (140.839 hab),Picos (70.450 hab), Piripiri (60.249 hab), Floriano (56.090 hab), Campo Maior (44.548 hab), Barras (43.328 hab), União (41.661 hab), Altos (38.328 hab) e Pedro II (36.675). O relevo é moderado e a topografia regular, com mais de 53% abaixo dos 300 metros. Parnaíba, Poti, Canindé, Piauí e Gurguéia são os rios principais.

Características

O Piauí, localizado no Nordeste do Brasil, é o estado litorâneo com menor extensão de costa, apenas 66 km. Esse pequeno trecho, porém, é privilegiado. Na fronteira com o Maranhão, a oeste, fica o delta do rio Parnaíba,o único em mar aberto das Américas. Seu ecossistema lembra o da Amazônia, com inúmeras ilhas, lagoas, igarapés e praias de areia fina, tomadas por dunas e coqueiros.

Mas a maior parte do território piauiense está sob a ação do clima semi-árido. E Teresina, às margens do rio Parnaíba, é a única das capitais nordestinas que não está localizada à beira-mar. Isso se deve à colonização. Ao contrário do resto do Nordeste, o estado foi ocupado do interior para o litoral. Em toda essa região predomina o clima semi-árido, com longos períodos de seca e vegetação de caatinga. Essas condições climáticas reforçam uma economia baseada na agricultura de subsistência, na criação extensiva de gado, feita em grandes latifúndios e no extrativismo de carnaúba e babaçu.

Mas a caatinga também é lugar de descobertas científicas. Escavações realizadas nos sítios arqueológicos do Parque Nacional da Serra da Capivara, no Sudeste do estado, considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, provam que o homem surgiu no continente americano há mais tempo do que se pensava. No Parque Nacional das Sete Cidades, pode-se observar formações rochosas de cerca de 400 milhões de anos e pinturas pré-históricas.

Cultura

Piaui conta com um importante museu histórico da cidade com Arquivo Publico e com as Bibliotecas Pública. Seus municipios tem grandes festas de santos e padroeiros. A semana santa é umas das festas mais esperadas e comemorada nas cidades de Floriano, Parnaíba. Pedro II, Teresina e Uruçuí. Nos fins de junho são realizados em várias cidades os folguedos: Bumba-meu-Boi ou Dança-do-Boi.

Uma das caracteristicas de sua comida é a carne com caldo e seus temperos com grande quantidade de cheiro verde,cebolinha Branca de Picos, a pimenta-de-cheiro,o corante natural extraído do urucum e a farinha de mandioca.Além da predominancia de carnes,dispõe de pratos a base de peixes e de frutos do mar.Os doces de caju, manga, de goiaba, de mangaba, de buriti, de bacuri, de groselha, de casca de laranja da terra são os mais comuns sendo o doce de casca de limão azedo o mais tipico da região.

Turismo

O Piaui apresenta muitas atrações naturais que merecem ser visitadas.

Uma das mais bonitas é o Canyon do Rio Poty, um desfiladeiro formado por uma falha geológica com mais de 60m de altura, originando se estranhas e belas formas, chegando a formar cavernas e abrigos naturais. No Municipio de Piracuruca encontra-se o Parque Nacional de Sete Cidades, sete conjuntos de formações rochosas que se assemelham a Cidades, com ruas, casas, predios, monumentos e praças, com alturas entre 4 a 120m que cobrem uma estensão de 20Km.

Próximos a Capital nos municipios de Piripiri e Piracuruca, encontra,se o Parque Zoobotânico, com praias fluviais no Rio Poty, e uma Floresta petrificasa de aproximadamente 350 milhões de anos. Em São Raimundo Nonato na parte sudeste do estado, encontra-se rico acervo de arte rupestre e materiais de origem orgânica formando o Parque Nacional da Serra Capivara.

No Parque Ecológico da Cachoeira do Urubu, além das quedas d'água formada  pelo Rio Longá, pode-se observar a "Piracema",entre abril e maio, quando os peixes sobem a correnteza para a desova. Em Cristino Castro encontram-se os Poços Jorrantes, que espirram suas águas em alturas de até 60m, formando piscinas de água corrente.

Rodovias 

As rodovias do Piauí compõem-se de uma nomenclatura com três números precedidos das letras PI, que é a sigla do estado do Piauí.

PI 231- é a estrada que liga a BR 343 ao município de São Gonçalo do Piauí.

Corre 5,2 km, passando da BR 343, em frente a entrada de São Pedro do Piauí, até o leste da cidade de São Gonçalo do Piauí, tendo fim na Avenida Castelo Branco.

PI 116- é estrada que liga a cidade de Ilha Grande (Piauí) ao município de Cajueiro da Praia, tendo convergencia na Praia da Pedra do Sal.

PI 215- é estrada que dà acesso a cidade de Coivaras. Passando por mais duas cidades.

PI 130 é estrada que dà acesso a cidade de Palmeirais através de Teresina e Amarante.É importante também pelo acesso que dá as cidades do centro-sul do estado À capital, Teresina. A rodovia têm duas vias.

História

A colonização do Piauí deu-se do centro para o litoral. Fazendeiros do São Francisco, a procura de novas expansões para suas criações de gado, passaram a ocupar, a partir de 1674, com cartas de sesmarias concedidas pelo governo de Pernambuco, terras situadas às margens do rio Gurguéia. Um desses sesmeiros, Capitão Domingos Afonso Mafrense, também conhecido como Domingos Sertão, fundou trinta fazendas de gado, tornando-se o mais eminente colonizador da região. Por sua própria vontade, as fazendas foram legadas, após sua morte, aos padres da Companhia de Jesus. Hábeis gerentes, os jesuítas contribuíram de forma decisiva para o desenvolvimento da pecuária piauiense, que atingiu seu auge em meados do século XVIII. Nessa época, os rebanhos da região abasteciam todo o Nordeste, o Maranhão e províncias do Sul. Com a expulsão dos jesuítas, as fazendas de Mafrense foram incorporadas à Coroa e entraram em declínio.