Economia

Bahia: resumo da economia

A Bahia responde por cerca de 30% do produto interno bruto do Nordeste brasileiro e por mais da metade das exportações da região. É o 7º estado brasileiro que mais produz riqueza. A economia do estado baseia-se na indústria (química, petroquímica, informática, automobilística e suas peças), agropecuária (mandioca, feijão, cacau e coco), mineração, turismo e nos serviços.

Evolução do PIB e do PIB per capita da Bahia Anos

AnosPIB (em reais)PIB per capita(em reais)
200260.671.843 4.525
200368.146.9245.031
200479.083.2285.780
200590.942.9936.583

Existe o importante Polo petroquímico de Camaçari, onde funciona, entre outros empreendimentos, uma montadora Ford, estando o complexo industrial localizado na cidade de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. As atividades agropecuárias ocupam cerca de 60% da população ativa do estado.

A Bahia é o primeiro produtor nacional de cacau, sisal, mamona, coco, feijão e mandioca, sendo os dois últimos mais voltados para a subsistência do que para a comercialização. A região de Itabuna é uma das mais propícias áreas para o cultivo do cacau em toda a Bahia. Tem bons índices também na produção de milho e cana-de-açúcar.

Além de ser o principal produtor de cacau, é também o principal exportador de cacau no Brasil. Recentemente, o cultivo da soja e a rizicultura aumentaram substancialmente no oeste do estado.

Em 2009, foi o segundo maior estado produtor (6,4 milhões de toneladas) e exportador (US$ 156,3 milhões) de frutas frescas.

O Estado da Bahia, com base em caractéristicas de sua Geologia, mantêm posição de destaque em nível nacional, estando em 4º lugar na produção de bens minerais.A Bahia tem reservas consideráveis de minérios e de petróleo. A mineração baseia-se essencialmente no ouro, cobre, magnesita, cromita, sal-gema, barita, manganês, chumbo e talco.