carregando

Simbolos

A Bandeira

bandeira_rio_gde_sul
Um dos principais símbolos do Estado do Rio Grande do Sul, a bandeira foi instituída pela Lei n.o. 5.213, datada de 5 de janeiro de 1966, e sua autoria tem controvérsias, pois alguns apontam o militar e politico Bernardo Pires, e outros o major José Mariano de Mattos, durante a Revolução Farroupilha, sob o governo de Ildo Meneguetti.

 A bandeira é composta por três faixas diagonais nas cores verde, vermelho e amarelo. Ao centro encontra-se o brasão de armas do Estado. Assim como sua autoria, o significado das cores da bandeira também não possui um consenso unânime. Há fontes que alegam que as cores simbolizam o auriverde do Brasil, separado pelo vermelho da guerra. Outras afirmam que é uma combinação do rubroverde da bandeira portuguesa, com o aurivermelho da bandeira espanhola, o que faria todo o sentido, uma vez que é uma região que faz fronteira entre as duas potências coloniais.

Vale lembrar que a época da Revolução Farroupilha, as cores nacionais de Portugal eram o alviceleste, símbolo da monarquia, e que só mudaria para rubroverde mais de meio séulo depois. A versão mais aceita é de que o verde e o amarelo representa o Brasil, sendo que a cor vermelha significa o sangue, a república e a liberdade.


O Brasão

brasao_rio_gde_sul
O escudo de armas do Estado do Rio Grande do Sul foi adotado pelo mesmo decreto que instituiu o hino e a bandeira, decreto este de n.o. 5.213, de 5 de janeiro de 1966. O desenho original é apontado como autor o padre Hidelbrando, tendo sua arte final feita pelo major Bernardo Pires.

Composto por uma elipse vertical em tecido branco, onde está inserido o brasão rio-grandense. Sob o escudo lê-se o lema: "Liberdade, Igualdade, Humanidade", que teve origem pela elite gaúcha militar e política da época da Guerra dos Farrapos, que em sua maioria eram maçônicos, e na Revolução Francesa.

Ao centro possui um barrete frígio, simbolo republicano desde a queda da Bastilha. Sendo o mesmo da época dos farrapos, o brasão teve algumas modificações, por isso possui também a inscrição "República Rio-Grandense", data do início da Revolução Farroupilha, 20 de setembro de 1835, muito comemorada no Estado até os dias atuais.