carregando

Simbolos

A Bandeira

bandeira_distrito_federal

Um dos símbolos oficiais do Estado do Distrito Federal, a bandeira foi instituída pelo Decreto n°1.090 de 25 de agosto de 1969, de autoria do poeta Guilherme de Almeida, autoridade em heráldica. Composta de um retângulo branco que representaa paz, outro retângulo verde e uma cruz amarela, prometendo fidelidade às cores nacionais.

A cruz, com o losango verde no centro, é formada por quatro setas numa alusão às flechas indígenas, elementos consagrados da legitimidade do Brasil e indicam o poder; saindo do centro para as direções Norte-Sul, Leste-Oeste, tendo sido descritas pelo autor como sendo "a ação centrífuga do poder". A cruz lembra ainda o Cruzeiro do Sul, a cruz de Cabral e o sentimento cristão.

O Brasão

brasao_distrito_federal

O brasão do Distrito Federal do Brasil foi idealizado pelo poeta Guilherme de Almeida e instituído pelo Decreto n° 11 de 12 de setembro de 1960. Buscando fugir da heráldica tradicional, o desenho aspira formas modernas e inovadoras, à semelhança da arquitetura da capital brasileira, criada por Oscar Niemeyer.

O escudo, cujo formato foi baseado nas colunas do Palácio da Alvorada, é partido em sinopla e ouro. As cores, todavia, não são do mesmo tom dos da bandeira nacional, assemelhando-se às utilizadas na bandeira de Brasília. Carrega, ao centro, um escudo verde com a chamada Cruz de Brasília, composta de quatro flechas divergentes que simbolizam a ação centrífuga do poder, e encimada por uma mesa de reuniões, a servir de coronel, que indica ser ali o lugar do Congresso Nacional. Abaixo, em latim, o mote do Distrito Federal: venturis ventis ("aos ventos vindouros").